Brazil

  1. Lifree
  2. Prevenção da Demência
  3. Os sintomas não se limitam ao esquecimento

Os sintomas não se limitam ao esquecimento

A imagem geral dos sintomas de demência é o esquecimento, mas, na verdade, várias outras mudanças ocorrem, como ficar mais irritável, tornar-se inquieto, etc.

Esses estados são amplamente divididos em duas categorias: "sintomas básicos", que são comuns a todas as pessoas, e "sintomas comportamentais e psicológicos", que possuem diferenças individuais.

Obs.: Os sintomas comportamentais e psicológicos da demência são abreviados como BPSD.

Mudanças comuns

Impedimentos que se manifestam em todas as pessoas que possuem demência. Eles servem como critério para o diagnóstico da demência.

Memória

Um impedimento observado em um estágio inicial da demência, no qual a pessoa não consegue lembrar de coisas novas. Os pacientes são relativamente capazes de lembrar de coisas de quando eram jovens e eventos do passado.

Compreensão e julgamento

Quando os pacientes são informados de duas ou mais coisas ao mesmo tempo, ou quando alguém fala rapidamente, eles têm dificuldade para entender. Diante de objetos cujo mecanismo eles não conseguem ver, como máquinas de venda automática, caixas eletrônicos, eletrodomésticos etc., eles não têm certeza do que devem fazer.

Entendendo os estados

Os pacientes não sabem a data e hora atuais, a estação, onde estão ou o que estão fazendo. Eles também não estão cientes de fatos, como seu parentesco com seus familiares e a morte dos seus pais.

Alterações que variam entre indivíduos

Estes são sintomas que surgem em algumas pessoas, mas não em outras. Eles variam de acordo com o ambiente no qual o paciente cresceu e da sua personalidade.

Vagar

O paciente vagueia pela casa ou fora dela. Muitas vezes, o paciente tem um objetivo, como ir ao trabalho ou buscar os filhos na escola.

Ilusões

O paciente está convencido de coisas que não são verdadeiras, como achar que algo foi roubado. Quando alguém perde alguma coisa, costuma pensar que a colocou no lugar errado e procura por ela. Pessoas com demência, no entanto, tendem a não reconhecer nada que seja desvantajoso para elas.

Alucinação

O paciente vê coisas que não existem. Por exemplo, eles acham que têm visita e começam a preparar uma xícara de chá. Eles também imaginam que estão ouvindo coisas.

Atos de violência

O paciente não consegue transmitir seus sentimentos com precisão e recorre à violência, pois não consegue controlar seus sentimentos.

Delírio

O paciente fica ansioso de repente, ou fica agitado e faz clamores em voz alta, ou fica violento ao acordar no meio da noite, por exemplo. Isso ocorre devido a internação, febre alta, distúrbios do sono, etc.

Depressão

O paciente fica deprimido e sem ânimo. Eles perdem o interesse em hobbies que costumavam gostar.

Mudanças de personalidade

Surgem mudanças na personalidade. Por exemplo, pacientes que costumavam ser calmos se tornam pessoas irritadiças.

Má higiene

O paciente não gosta de tomar banho e também começa a brincar com seus resíduos corporais.

Referência: Relatório de Políticas do Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar Entendendo a Demência - JAPÃO

Por favor, selecione um site para comprar

(direcionamento para link externo)