Brazil

  1. Lifree
  2. Apoio à vida idosa saudável – Filosofia da Lifree (ou da Caryn) -
  3. About Lifree
  4. Os cuidados incorretos de incontinência podem levar à necessidade de cuidados de enfermagem?

Espere... Os cuidados incorretos de incontinência podem levar à necessidade de cuidados de enfermagem?

O Laboratório de Cuidados de Incontinência Unicharm está trabalhando arduamente para criar um mundo onde os idosos possam ter uma vida longa, saudável e independente. Como parte de nossos esforços, estamos trabalhando ativamente para estabelecer parcerias com governos locais e vários grupos privados a fim de oferecer seminários sobre incontinência urinária, apresentações e outras oportunidades de aprendizado para idosos da comunidade em geral.

Os grupos que patrocinam esses seminários de incontinência estão ansiosos para recebê-los, explicando que os idosos estão extremamente interessados em como eles poderiam ajudar a evitar a necessidade de cuidados de enfermagem ou evitar que fiquem limitados a uma vida dentro de casa. Isso mostra que as pessoas estão cientes de que os cuidados de incontinência são uma das chaves para uma vida idosa saudável.

E você? Você está preocupado com a possibilidade de precisar de cuidados de enfermagem se não resolver seus problemas de incontinência? Qual a relação entre incontinência urinária e cuidados de enfermagem? Leia mais para descobrir.

A incontinência urinária exige cuidados de enfermagem?

O objetivo dos cuidados de enfermagem é apoiar as atividades da vida diária de idosos com limitações físicas – o que significa que eles não podem viver como bem entendem. Se uma pessoa com pleno funcionamento físico tiver incontinência urinária, isso pode ser inconveniente (mais visitas ao banheiro e lidar com as trocas de absorvente), mas não deve limitar a vida diária de forma séria.

Em outras palavras, a incontinência urinária por si só não sinaliza o início dos cuidados de enfermagem.

A incontinência urinária pode levar a cuidados de enfermagem?

Dito isto, a incontinência urinária pode levar a cuidados de enfermagem se a pessoa começar a mudar sua vida por causa dela.

Se a incontinência piorar, isso significa ainda mais idas ao banheiro, procurar banheiros constantemente quando estiver fora de casa, precisar usar o banheiro com frequência na casa das outras pessoas etc. – tudo isso causa estresse psicológico que pode levar as pessoas a evitar totalmente sair de casa. Isso significa menos oportunidades de conhecer pessoas e mais tempo em casa, o que significa menos movimento físico e diminuição da massa muscular. Se a tendência continuar, a pessoa pode afinal precisar de cuidados de enfermagem.

Ficar somente em casa também pode levar à demência.

O problema é não tratar a incontinência adequadamente.

O problema não é a incontinência urinária em si, mas não enfrentar o problema da maneira certa.

Pessoas que tomam as medidas adequadas para lidar com a incontinência urinária – usando absorventes quando saem e preocupadas em encontrar um banheiro, escolhendo absorventes com maior poder de absorção quando estão preocupadas com grandes escapes urinários, fazer exercícios para reduzir escapes urinários ou até mesmo buscar tratamento médico – são capazes de interromper a tendência que pode levar à necessidade de cuidados de enfermagem.

O objetivo dos seminários sobre cuidados de incontinência é ajudar as pessoas a perceberem que adotar a abordagem correta para escapes urinários no momento certo significa que os idosos ainda podem continuar vivendo a vida com confiança.

Os participantes desses seminários nos deram muitos feedbacks sobre a importância de cuidados adequados de incontinência. Leia para ver o que alguns deles tinham a dizer.

Feedback dos participantes dos seminários sobre cuidados de incontinência

"Não é algo que me sinto confortável de contar sobre mim, então foi ótimo aprender sobre isso neste formato".

“Eu usava absorventes menstruais para controlar meus escapes urinários e não fazia ideia de que produtos desenvolvidos para incontinência funcionavam tão bem. Definitivamente, vou usar produtos para incontinência a partir de agora. ”

"Agora, vou fazer exercícios para o assoalho pélvico todos os dias para ajudar a evitar escapes urinários."

"Agora que sei o que está acontecendo no meu corpo que causa escapes urinários, entendo melhor a importância de lidar com isso."

“Eu não fazia ideia de que se existiam refis praticos. Agora vou poder sair e viajar novamente.

"Eu não fazia ideia de que você podia ir para uma clínica de incontinência urinária."

Todos tiveram suas próprias descobertas e realizações durante o seminário, mas todos saíram com menos ansiedade e uma melhor compreensão dos cuidados adequados de incontinência.

De acordo com a Dra. Kumiko Kato no Hospital Nagoya Daiichi da Cruz Vermelha do Japão, que supervisionou o desenvolvimento do navegador de cuidados de incontinência urinária, as pessoas variam grandemente no tempo que esperam para consultar o departamento de urologia em Nagoya Daiichi após apresentar sintomas de incontinência: de 6 meses a 34 anos, com média de 9,1 anos (± 8). Houve 113 pacientes (64%) que esperaram 5 anos ou mais, enquanto outros 76 (43%) esperaram 10 anos ou mais. Claramente, as pessoas lutam em silêncio com a incontinência por muito tempo sem consultar um profissional. Promovendo a conscientização e os cuidados adequados, esperamos acabar com essa luta silenciosa mais rapidamente.

Por favor, selecione um site para comprar

(direcionamento para link externo)